CUPRA Leon chega em 2020 e será híbrido plug-in

Notícias

CUPRA Leon chega em 2020 e será híbrido plug-in

CUPRA Leon chega em 2020 e será híbrido plug-in

21 Outubro 2019

A CUPRA promete dois modelos híbridos plug-in para 2020. O CUPRA Formentor e o CUPRA Leon, com este último a levar para o mundo dos hot hatch o poder dos eletrões.


A nova geração do SEAT Leon só tem data de lançamento marcada para o próximo ano, mas a CUPRA revelou, no SEAT & CUPRA On Tour, estar a trabalhar na sua própria versão do modelo que também conheceremos em 2020. Coube ao Diretor para o Desenvolvimento Comercial da CUPRA, Antonino Labate, mostrar o presente e o futuro da marca.

Apesar da CUPRA ter sido criada em 2018, o atual Leon CUPRA ainda mantém o símbolo da SEAT, sendo o único modelo em que tal acontece.

O que esperar do novo CUPRA Leon?

Se o atual Leon “vitaminado”, assim como o CUPRA Ateca, recorrem ao motor EA888 — 2.0 litros turbo, com potências a ascender aos 300 cv —, o futuro CUPRA Leon promete uma evolução eletrificada, e passará a ser um híbrido plug-in.

No que toca à potência final, não são conhecidos os números definitivos. No entanto, temos a certeza que os rumores que apontam para os 245 cv, estão errados. A CUPRA confirmou à Razão Automóvel que essa não será a potência do novo CUPRA Leon.

Já o facto de ser um modelo eletrificado não deve ser visto com estranheza. Esta é uma visão que começou no CUPRA e-Racer, que fará parte do futuro campeonato de turismos elétricos (ETCR). Mas a mais recente manifestação dessa visão é o concept 100% elétrico CUPRA Tavascan, que está em exposição no SEAT & CUPRA ON TOUR, em Cascais, ao lado do concept SEAT El-Born e do SEAT Tarraco FR e.

Considerando que, atualmente, o mundo hot hatch habita maioritariamente num intervalo de potência entre os 280 cv e os 300 cv, é de esperar que o poder de fogo (e dos eletrões) do futuro modelo seja superior, pelo menos a igualar a atual geração que debita, como já referimos, 300 cv. No entanto, teremos de esperar pela confirmação oficial de todos estes números, algo que deverá acontecer em meados de 2020.


Fonte: razaoautomovel


voltar à listagem