Opel atualiza Astra com novos motores e pequenos detalhes estéticos

Notícias

Opel atualiza Astra com novos motores e pequenos detalhes estéticos

Opel atualiza Astra com novos motores e pequenos detalhes estéticos

05 Julho 2019

A Opel prepara-se para lançar uma renovada gama Astra que estabelece novas referências em eficiência e em baixas emissões graças a aerodinâmica apurada e a uma nova linha de motores e transmissões.


Por comparação com o anterior modelo, as emissões de CO2 baixam 19 por cento, o que coloca o Astra na linha da frente do segmento. A Opel vai equipar o seu modelo compacto com uma nova geração de modernas motorizações a gasolina e a gasóleo.


Os novos motores 1.2 e 1.5 de três cilindros apresentam potências que vão de 105 a 145 cv e tornam ambos os Astra de cinco portas e ‘station wagon’ Sports Tourer em recordistas de baixos consumos de combustível e de baixas emissões de CO2 (NEDC1: ciclo urbano 6,1-4,5 l/100 km, extraurbano 4,0-3,1 l/100 km, misto 4,8-3,6 l/100 km, 115-96 g/km CO2; WLTP2 misto: 5,9-4,4, 139-117 g/km CO2; dados preliminares).


Estes novos motores de três cilindros, construídos em alumínio, destacam-se também pelo funcionamento suave.


A ausência de vibrações deve-se, em boa parte, a um veio de equilíbrio que gira em rotação oposta à da cambota. A versão de base surge com caixa manual de seis velocidades. Em opção, o Astra pode ser equipado com caixa automática de nove velocidades.


Capazes de bons desempenhos dinâmicos, os novos motores sobrealimentados, a gasolina e a gasóleo, sobressaem primeiro pela eficiência exemplar.


Para os baixos níveis de consumo de combustível e emissões contribuem também modernas transmissões: uma caixa manual de seis velocidades, uma caixa de variação contínua CVT com sete velocidades programadas e – pela primeira vez na Opel – uma caixa automática de nove velocidades.


Os compactos motores a gasolina, com três cilindros, têm cilindradas de 1,2 e 1,4 litros. Com potências que vão de 110 a 145 cv, e valores de binário máximo de 195 a 236 Nm, alcançam um excelente equilíbrio entre ‘performance’ e eficiência.

O Astra 1.2 Turbo surge com caixa manual de seis velocidades enquanto o 1.4 Turbo está disponível exclusivamente com a nova caixa de variação contínua de sete velocidades. Com esta transmissão CVT os condutores podem utilizar o modo automático ou efetuar as mudanças através da alavanca. Nos motores Diesel, destaque para os blocos 1.5 Turbo D de 105 e 122 cv.

Fonte: revistacarros.sapo.pt

voltar à listagem